tratado de EA


TRATADO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL
para sociedades sustentáveis
e de responsabilidade global

http://tratadoeducacaoambiental.net/Jornada///Home_pt.html

7º Encontro da REBEA
Salvador, 2012

 Fórum Social Mundial
Porto Alegre, 2013


 Tratado de Educação Ambiental 
para Sociedades Sustentáveis 
e Responsabilidade Global 
- versão Rio20 (2012)
 [download]


























pdf pra dowload
https://docs.google.com/viewer?url=http%3A%2F%2Fportal.mec.gov.br%2Fsecad%2Farquivos%2Fpdf%2Feducacaoambiental%2Ftratado.pdf

site oficial 
http://tratadoeducacaoambiental.net/Jornada///Home_pt.html

blog
http://tratadodeea.blogspot.com.br/

wiki
http://pt.wikipedia.org/wiki/Tratado_de_Educa%C3%A7%C3%A3o_Ambiental_para_Sociedades_Sustent%C3%A1veis_e_Responsabilidade_Global

vídeo
http://www.youtube.com/watch?v=xe_LNLntVCE&feature=share&list=UUzZlc8bs2lavQh0o8Wjiecw



*



A Rede Mato-Grossense de Educação Ambiental (REMTEA) vem a público manifestar-se acerca do debate sobre a rede/aliança Planetária do Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e de Responsabilidade Global (TEA) com algumas ponderações. Esclarecemos que realizamos uma reunião presencial e posteriormente consolidamos este documento por meio da lista de discussão online.

Compreendemos que a REMTEA tem o TEA como princípio de nossa existência e por isso, o TEA está presente em nossas lutas cotidianas. Mato Grosso tem o ineditismo  em adicionar os princípios do TEA no Plano Decenal de Educação de MT e também na Lei Estadual 7888, ora em trâmite para aprovação após ampla participação dos educadores ambientais que participam da Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental (CIEA). A REMTEA abarca o Coletivo Jovem em sua estrutura, e juntos, temos consolidado propostas do TEA no atual Plano Estadual de Educação e Direitos Humanos, que aguarda a audiência pública para ser aprovada em todo território mato-grossense.

A REMTEA, conjuntamente com o Coletivo Jovem de Meio Ambiente do Centro-Oeste (CJCO), já promoveram um encontro especial para debater o TEA em 2007, na ocasião também possibilitando o encontro da REBEA como evento satélite da programação. Realizamos fórum popular, colóquios de estudos, intervenções nas escolas, introduzimos a temática no currículo da Pedagogia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), nas Ciências Ambientais da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT) e também produzimos diversos materiais relacionados, inclusive um vídeo que tornou-se marca nacional do TEA.

A REMTEA também compreende que uma rede tem uma estrutura horizontal de tomadas de decisão, na dinâmica da policefalia e autonomia que não se atrela a uma decisão central, mas que estimula que as redes temáticas ou regionais tenham liberdade na atuação, desde que os princípios estejam em consonância com os TEA e com as orientações existenciais das políticas da própria REMTEA.

Neste sentido, acatamos a decisão de que uma rede assuma a direção dos encaminhamentos da construção da Rede Planetária (gostamos mais de REDE do que aliança), e apoiamos que todas as redes nas estruturas da REBEA protagonizem o TEA. Neste caso específico estamos considerando que a Rede Paulista de Educação Ambiental (poderia ser a fluminense, goiana ou acreana, entre tantas outras) continue no protagonismo já iniciado. Lançamos nossas manifestações de agradecimentos e ad-miração pelas belas frentes e parabenizamos todxs aquelxs que lutam pelo fortalecimento do TEA em todas as idades, níveis, espaços ou contextos sem estabelecer competições regionais ou de outra ordem, mas identificando os parceiros à trajetória adiante.

Finalizamos considerando que geralmente as redes de educação ambiental são movidas pelo entusiasmo de seus militantes e que há pouco ou nenhum orçamento para participação em reuniões, congressos ou eventos. Neste contexto, fortemente recomendamos que o fortalecimento do TEA consiga incluir, na medida do possível, as passagens e hospedagens dos diversos educadores ambientais brasileiros, assegurando ampla participação democrática, a exemplo do Encontro da Remtea em 2007. Se assim conseguirmos concretizar, acreditamos na democracia do TEA para além de uma rede regional, acolhendo o movimento nacional, quiçá internacional da própria educação ambiental.

Cuiabá, 31 de outubro de 2012.
REMTEA
*

Nenhum comentário: